O que é Bitcoin? Explicamos tudo aqui!

Antes de tudo, o Bitcoin é uma moeda digital que foi criada em outubro de 2008 por um programador chamado Satoshi Nakamoto. Assim, esse profissional divulgou o “White Paper” do Bitcoin, uma documentação detalhando como essa moeda poderia ser utilizada.

A partir daí, o Bitcoin foi adotado por milhões de pessoas em todo o planeta. Todavia, a moeda digital ainda passa por oscilações no seu valor e enfrenta resistência de outros segmentos do universo financeiro.

Por acaso, você tem dúvidas sobre a utilização e a credibilidade no Bitcoin? Então, venha descobrir quem realmente é Satoshi Nakamoto e todas as possibilidades de negócio com a sua moeda digital!

Bitcoin
FOTO: Pexel

O que é Bitcoin?

Em sumo, o Bitcoin é considerado uma moeda digital, descentralizada e que não precisa da interferência de outros para o seu funcionamento. Em outras palavras, a pessoa não necessita contar com a instituições financeiras, grandes conglomerados ou governos para utilizar o seu capital.

Afinal, no sistema do Bitcoin, os recursos pertencem realmente a você. Portanto, o Bitcoin foi a primeira criptomoeda do planeta e há quase uma década está funcionando sem qualquer paralisação, de acordo com uma rede bastante segura conhecida como Blockchain. Todo o conceito foi desenvolvido por Satoshi Nakamoto.

Bitcoin é um investimento seguro?

Frequentemente, as pessoas tem muitos questionamentos relacionados a segurança dos negócios em Bitcoin. Conforme especialistas, o Bitcoin pode ser visto como uma moeda até mais segura que o dinheiro aplicado nas instituições financeiras atualmente.

Quando se conhece o Bitcoin e o patamar de segurança oferecido, se compreende ser algo muito acima da média geral das instituições mais tradicionais. Ao que se sabe, o Bitcoin não conta com pontos de falhas, para que algum infrator possa realizar ataques.

Ou seja, é uma tarefa improvável conseguir invadir milhões de máquinas em todo o planeta. Em contrapartida, os sistemas financeiros há somente servidores centralizados e todas as operações ficam escondidas dos usuários.

Dicas para comprar Bitcoin

Hoje, há três formas de comprar Bitcoin adequadamente: mineração, adquirindo em exchanges ou de outras pessoas. Então, vamos saber mais sobre esses processos de compra?

Mineração

Certamente, esse é o meio de conseguir Bitcoin mais conhecido no planeta. Desse modo, o interessado necessita adquirir uma máquina específica para essa tarefa e ceder seu poder operacional para a rede, comprovando as transações. Por isso, ele será compensado com Bitcoins a cada bloco extraído.

Contudo, não se torna algo tão recompensador fazer a mineração no território nacional devido ao alto valor da energia elétrica.

Exchanges

Em contrapartida, dá para comprar a moeda a partir das Exchanges. Essas Exchanges são plataformas que unem quem está querendo comprar ou vender em um sistema seguro, onde esses negócios acontecem de maneira veloz e anônima.

Entre pessoas

A outra possibilidade é comprar Bitcoin diretamente de outros usuários, sem o intermédio de uma Exchanges. Entretanto, o ideal é achar e negociar somente com uma pessoa de extrema confiança e que entenda essa moeda, dado que golpes nesse modelo de negociação ocorrem com certa frequência.

Qual a hora de vender?

O preço do Bitcoin ainda costuma variar, então, o detentor da moeda digital precisa escolher o momento que deseja se desfazer. Inicialmente, é preciso encontrar uma pessoa interessada. Contudo, a aquisição de moeda virtual ainda pode ser vista como um negócio de alto risco, porque pode não se conseguir vender pelo preço comprado, conforme a oscilação.

Antes de mais nada, ao ingressar no universo dos criptoativos, tenha certeza que está por dentro do conceito de Bitcoin. Esse conhecimento engloba todas as obrigações, as vantagens e os deveres deste segmento.

Vale salientar que essa moeda foi desenvolvida para efetuar movimentações financeiras sem precisar de um intermediário do mercado tradicional, como uma agência bancária. E essa particularidade de investimento foi percebida quando a moeda começou a ser valorizada.

Cuidado com suas moedas!

Em síntese, o investimento ideal para uma pessoa tem muito a ver com o seu perfil de investimento. Portanto, para avaliar se o Bitcoin é realmente uma boa alternativa para ser adicionado a sua carteira de investimento, busque avaliar se você se adequá ao perfil de investimento que é mais arrojado e corre certos riscos.

Por isso, busque avaliar até mesmo a sua personalidade, além de pesar as suas ambições financeiras e conclua se você prefere se envolver com ativos que tendem a apresentar elevada rentabilidade em função de sua volatilidade. Ou seja, se você está aberto a conseguir um lucro considerável a partir de um ativo que oscila muito no mercado.

Além disso, você sempre pode recorrer a profissionais capacitados e companhias confiáveis no setor financeiro para obter orientações do melhor modo de começar os seus investimentos. Por fim, esse tipo de transação sempre vai exigir o acompanhamento do mercado para se poder encontrar o momento certo para realizar compras e venda.

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.